Empresas brasileiras têm apoio do Precious Brazil durante feira em Hong Kong

HKTDC

Hong Kong

gemas

Acontece entre 27 de fevereiro e 3 de março (terça-feira a sábado) a HKTDC Hong Kong International Diamond, Gem & Pearls Show, feira internacional de diamantes, gemas e pérolas em Hong Kong. Ao todo, 26 empresas brasileiras participam com apoio do projeto setorial Precious Brazil, parceria do Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Hong Kong ocupa o segundo lugar no ranking dos principais destinos das gemas e artefatos minerais exportados do Brasil e em 2017, apenas esse segmento foi responsável por exportar mais de 24 milhões de dólares para Hong Kong. Deste total 87% são atribuídos às empresas que participam do Precious Brazil.

Clement Sabbagh, diretor da Ben Sabbagh e presidente do ICA, International Colored Gemstone Association, afirma que “o mercado asiático está cada vez mais demonstrando sinais de atividades e que pedras menores são mais atrativas para os compradores de lá”. Lilian Dayrell Duarte, responsável pela marca Duarte & Bastos, concorda com Clement e diz que “as feiras na China são excelentes vitrines e canais de distribuição para nossas mercadorias, pois com a ajuda do Precious Brazil temos tido uma maior visibilidade internacional e com isso temos a chance de alcançar novos mercados em 2018 ”, revela.

Além de auxiliar na internacionalização das empresas brasileiras que querem um espaço no mercado estrangeiro, para a proprietária da BGC - Brasil Gem Commerce, Marinalva Lima, o projeto é importante para mostrar riquezas do país. “O Precious Brazil visa beneficiar os expositores brasileiros e dar visibilidade ao nosso país lá fora”, afirma.

Conheça algumas novidades que serão apresentadas na feira:

Grupo Sabbagh

Há mais de meio século no mercado mundial de pedras coradas, o Grupo Sabbagh é atualmente administrado pelos irmãos Clement e Samuel Sabbagh, ambos gemólogos graduados no GIA (Gemological Institute of America) como segunda geração em mineração, lapidação e comercialização de gemas. Atualmente Clement Sabbagh também desempenha a função de Presidente do ICA (International Colored Gemstone Association). As pedras água-marinha, opala de fogo e moganita são destaques da marca para a HKTDC Show.


BGC - Brasil Gem Commerce

Com sede em Governador Valadares, em Minas Gerais, a marca BGC - Brasil Gem Commerce é especialista no corte e comercialização de pedras brasileiras. As novidades apresentadas nesta edição da HKTDC são as pedras rubelita, morganita e turmalina paraíba.


DB - Duarte & Bastos

Fundada em 1989 em Teófilo Otoni, Minas Gerais, a Duarte & Bastos é uma das mais respeitadas empresas do ramo de comercialização de gemas. Alberto L. Bastos e Márcio Duarte Lopes, experientes profissionais de pedras preciosas, fizeram com que a empresa conquistasse os mercados da Europa, Ásia e Estados Unidos. A DB possui suas próprias jazidas, garantindo opções variadas, além de preço competitivo e garantia de procedência de suas gemas. Os destaques da empresa na feira são: turmalina, turmalina vermelha e água marinha.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira.

Sobre o Precious Brazil

O Projeto Setorial visa apoiar e promover as empresas brasileiras dos segmentos de pedras, bijuterias e joias brasileiras que queiram exportar seus produtos, sejam elas iniciantes, exportadoras e internacionalizadas. Conduzido pelo IBGM – Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos em parceria com a Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – o projeto atende atualmente cerca de 160 empresas do setor.

Empresas brasileiras têm apoio do Precious Brazil durante feira em Hong Kong

HKTDC

Hong Kong

gemas









Acontece entre 27 de fevereiro e 3 de março (terça-feira a sábado) a HKTDC Hong Kong International Diamond, Gem & Pearls Show, feira internacional de diamantes, gemas e pérolas em Hong Kong. Ao todo, 26 empresas brasileiras participam com apoio do projeto setorial Precious Brazil, parceria do Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Hong Kong ocupa o segundo lugar no ranking dos principais destinos das gemas e artefatos minerais exportados do Brasil e em 2017, apenas esse segmento foi responsável por exportar mais de 24 milhões de dólares para Hong Kong. Deste total 87% são atribuídos às empresas que participam do Precious Brazil.

Clement Sabbagh, diretor da Ben Sabbagh e presidente do ICA, International Colored Gemstone Association, afirma que “o mercado asiático está cada vez mais demonstrando sinais de atividades e que pedras menores são mais atrativas para os compradores de lá”. Lilian Dayrell Duarte, responsável pela marca Duarte & Bastos, concorda com Clement e diz que “as feiras na China são excelentes vitrines e canais de distribuição para nossas mercadorias, pois com a ajuda do Precious Brazil temos tido uma maior visibilidade internacional e com isso temos a chance de alcançar novos mercados em 2018 ”, revela.

Além de auxiliar na internacionalização das empresas brasileiras que querem um espaço no mercado estrangeiro, para a proprietária da BGC - Brasil Gem Commerce, Marinalva Lima, o projeto é importante para mostrar riquezas do país. “O Precious Brazil visa beneficiar os expositores brasileiros e dar visibilidade ao nosso país lá fora”, afirma.

Conheça algumas novidades que serão apresentadas na feira:

Grupo Sabbagh

Há mais de meio século no mercado mundial de pedras coradas, o Grupo Sabbagh é atualmente administrado pelos irmãos Clement e Samuel Sabbagh, ambos gemólogos graduados no GIA (Gemological Institute of America) como segunda geração em mineração, lapidação e comercialização de gemas. Atualmente Clement Sabbagh também desempenha a função de Presidente do ICA (International Colored Gemstone Association). As pedras água-marinha, opala de fogo e moganita são destaques da marca para a HKTDC Show.



BGC - Brasil Gem Commerce

Com sede em Governador Valadares, em Minas Gerais, a marca BGC - Brasil Gem Commerce é especialista no corte e comercialização de pedras brasileiras. As novidades apresentadas nesta edição da HKTDC são as pedras rubelita, morganita e turmalina paraíba.



DB - Duarte & Bastos

Fundada em 1989 em Teófilo Otoni, Minas Gerais, a Duarte & Bastos é uma das mais respeitadas empresas do ramo de comercialização de gemas. Alberto L. Bastos e Márcio Duarte Lopes, experientes profissionais de pedras preciosas, fizeram com que a empresa conquistasse os mercados da Europa, Ásia e Estados Unidos. A DB possui suas próprias jazidas, garantindo opções variadas, além de preço competitivo e garantia de procedência de suas gemas. Os destaques da empresa na feira são: turmalina, turmalina vermelha e água marinha.

Sobre a Apex-Brasil

A Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. A Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, e visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira.

Sobre o Precious Brazil

O Projeto Setorial visa apoiar e promover as empresas brasileiras dos segmentos de pedras, bijuterias e joias brasileiras que queiram exportar seus produtos, sejam elas iniciantes, exportadoras e internacionalizadas. Conduzido pelo IBGM – Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos em parceria com a Apex-Brasil – Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos – o projeto atende atualmente cerca de 160 empresas do setor.